A Igreja Presbiteriana chegou ao Brasil em 1859 com o jovem missionário americano Ashbel Green Simonton e, desde então, encontramos pequenos grupos de mulheres presbiterianas, surgindo cá e lá, para auxiliar no trabalho de cada congregação que ia sendo implantada. A Igreja crescia e se organizava. Ao mesmo tempo, também o trabalho feminino crescia e não demorou muito a organização em Sociedades Femininas, assim denominadas, ou funcionando sob outro título, mas sempre com o desejo de auxiliar cada igreja, cada congregação, consciente de seu papel como parte do Corpo de Cristo.

1ª SAF

A primeira Sociedade Feminina da qual se tem notícia e documentos comprobatórios é a do Recife, PE, criada em 11 de novembro de 1884, com o nome de “Associação Evangélica de Senhoras”, e tendo por finalidade realizar estudos bíblicos e arrecadar fundos para auxiliar os necessitados e a Igreja. Sua primeira presidente foi a sra. Carolina Smith.

Manual do Trabalho Feminino

O Primeiro Manual começou a ser preparado em 1935 pela Comissão Permanente, mas só foi publicado pela Casa Editora Presbiteriana em 1937. Em todo o Brasil, o trabalho feminino foi uniformizado. Hoje é adotado o Manual Unificado das Sociedades Internas, que dá esta unidade de funcionamento a todas as sociedades internas da IPB.

Museu do Trabalho Feminino

Instalado em 08/10/1998, na cidade de Campinas, junto ao Museu da Igreja Presbiteriana do Brasil, numa dependência do Seminário Teológico Presbiteriano do Sul, tendo ficado como responsável mais próxima pelo acervo da SAF, a sra. Alzira Ferreira, que reside em Campinas e foi quem, primeiramente, teve a iniciativa de ir colecionando e guardando todo material que conta a História do Trabalho Feminino. Em setembro de 2001, o museu recebeu o nome de “Museu do Trabalho Feminino Alzira Helena Vallim Ferreira”.

Dia Nacional da SAF

Na reunião do Supremo Concílio, realizada de 14 a 21/ julho/ 2002, na cidade do Rio de Janeiro, foi oficializado como Dia Nacional da SAF o dia 11 de novembro, por ser a data da criação da 1ª SAF, em 1884, na cidade de Recife. A data já havia desde 1987 quando da reunião da Comissão Executiva da CNSAFs em Goiânia.